sexta-feira, 21 de abril de 2017

Minha Estante: Sobre a Escrita, Stephen King

Acredito que a grande maioria de vocês, leitores, conheçam o autor Stephen King, até mesmo porque, ele é o nono autor mais traduzido do mundo e já vendeu mais de 400 milhões de cópias. Muitas de suas obras foram adaptadas para o cinema e para a televisão, fazendo que King se tornasse um dos maiores nomes da literatura contemporânea.



Confesso que não me interesso pelo gênero que o tornou conhecido, o terror, mas recentemente li seu primeiro livro policial, Mr Mercedes - que foi bem recebido pelos leitores - e fiquei interessada em saber mais sobre a vida e obra desse autor, assim como seus métodos de escrita. E foi aí que eu li Sobre a Escrita, um livro que Stephen escreveu para auxiliar escritores iniciantes nessa difícil missão de viver da literatura.

Na primeira parte do livro, conhecemos a história de Stephen narrada por ele mesmo. Mas não apenas a história do King, mas do processo da formação do mesmo como escritor. Desde a infância e juventude difíceis, o jovem autor mostrava que nasceu para escrever. Aliás, escrever para ele, sempre foi sua maior fonte de prazer e diversão. King também mostra ao leitor que desde muito novo se sentia atraído pelo gênero literário que mais tarde o consagraria. Então em meio as dificuldades econômicas (e não eram poucas), ausência de um pai, empregos exaustivos, formação universitária, casamento e filhos, Stephen vai mostrando como poupo a pouco foi subindo degraus que o levariam a estar onde está hoje.

As primeiras publicações de contos em revistas, as dificuldades de escrever e sustentar uma família, os diversos nãos, o processo de escrita de Carrie, a Estranha  e o apoio fundamental de sua esposa são narrados de forma com que o leitor admire o autor por trás das obras. A vida do King sem dúvidas é digna de ser lida não só pelos aspirantes a escritores, como todos os leitores e pessoas que trabalhem com criatividade.

Na segunda parte do livro, o mestre do terror nos apresenta pontos que considera essenciais para uma boa escrita, ou seja, conselhos práticos para quem quer escrever. Aponta a leitura e a escrita como essenciais. Escrever exige treinamento, constância. E a leitura segundo o autor, faz com que o escritor saiba o que já foi feito, o que ainda não foi, o ajuda a ter intimidade com as palavras, auxilia na criatividade... Ou seja, contra a leitura e a escrita não há contra indicações.

Se você quer ser escritor, existem duas coisas a fazer, acima de todas as outras: ler muito e escrever muito. Que eu saiba, não há como fugir dessas duas coisas, não há atalho.
King também aponta erros comuns como abusar da descrição, fazendo com que o leitor se canse da história ou pior, não se identifique com a mesma, visto que tira todo o prazer da imaginação durante a leitura.O uso indiscriminado de advérbios, ter um enredo completamente fechado ou escrever mais do que o necessário também são alguns apontamentos importantes.

Em muitos casos, quando um leitor deixa a história de lado porque ela “ficou chata”, o tédio se instaurou porque o escritor ficou encantado demais com seus poderes descritivos e perdeu de vista a prioridade, que é manter a bola rolando.
Na terceira parte, podemos conhecer a rotina de trabalho pessoal do autor, das edições ao término da primeira versão, a importância dos leitores críticos e mais alguns outros detalhes próprios do King.
 E um fato muito interessante é que o livro foi escrito em 1999, quando o ator foi vítima de um acidente quase fatal. Ou seja, uma parte do livro foi escrito antes e outra depois do acidente, fato esse que foi descrito no livro com bastante detalhes para quem possa interessar.

E por último mas não menos importante: o livro contém uma lista de obras que influenciaram o autor, o que eu achei particularmente bem interessante para quem quiser saber um pouquinho mais sobre as referências dele.

Sem dúvidas Sobre a Escrita é um livro que merece ser lido. O livro não se propõe a ser um manual da boa escrita, - e desconfie dos que se propõe a isso -  mas dá dicas preciosas para que cada escritor ao seu estilo possa elaborar uma história interessante sem incorrer em erros que podem prejudicar o sucesso de sua obra perante os leitores. Aos que não desejam se aventurar no mercado editorial, vale a lição de vida de um homem que superou suas dificuldades e conseguiu o que desejava.

Gostou da resenha? Não esqueça de clicar em G+ para que mais pessoas possam ter acesso a esse conteúdo. Se inscreva no blog, curta a página e fique por dentro das novidades!

 

10 comentários:

  1. Acredito que eu não conhecia o autor? Kkkk Mas gostei dá resenha e do que o livro se fala... Vou tentar ler ele esse ano.

    ResponderExcluir
  2. Acho que todas as resenhas que li sobre esse livro deram a entender que ele era apenas para pessoas que querem ser ou são escritores. Não tinha nenhum indicativo de que o livro poderia ser lido e bem aproveitado por quem não tá no ramo da escrita. Fico muito feliz que você desmitificou isso :)

    Beijos ♡
    misinwonderland.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Para pessoas que lidam com a escrita (profissionalmente ou não) eu vou passar a recomendar esse livro só de ler essa resenha XD já inserido na lista de desejados com sucesso (mesmo nunca tendo lido outros livros do autor).

    Parabéns pelo post! Beijos ♥

    Reclusidades Diárias

    ResponderExcluir
  4. Oi
    Adorei a postagem, já assisti quase todas as adaptações de livros dele e gosto bastante das histórias, é um autor formidável.

    ResponderExcluir
  5. Sou louca pelo o Stephen King! Acho ele simplesmente fantástico! Sempre quis comprar esse livro da sua resenha, mas sempre acabava comprando outro... Tem um documentário sobre ele muito bom no Youtube, te recomendo a ver se você tiver interesse! Parabéns, continue lendo os outros livros dele, não vai se decepcionar! Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi! Não sou fã do King não, aliás, não costumo gostar das histórias dele mesmo, mas ganhei esse livro em um amigo oculto e tá empacado na minha estante há 2 anos. Gostei muito da sua resenha e indicação, acho que vou dar uma chance pra ele. rs

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Puxa .Eu ja quero ler esse livro.
    Nunca li nada do King porque não sou fã do genero terror , mas acredito que a escrita dele deve ser otima.
    E eu como tenho esse sonho de ser escritora acho que tenho obrigaçã9 de colocar esse livro na minha lista de leitura.

    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Ainda não li nada do Stephen King, mas essa parece ser uma obra bem diferente do que o autor costuma escrever.
    Dica anotada! Parabéns pela resenha, gostei da sinceridade.

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Oi Isabella,

    Como boa fã do King, já tenho ele na estante, só me falta tempo para ler. Tô tentando ler um livro dele por mês, eu amo muito esse autor hahaha
    Adorei sua resenha, realmente ressaltou coisas bem interessantes. Engraçado né, por ser um livro para um público restrito, acredito que acaba agradando a todos que tem um pouco de curiosidade sobre o processo de escrita dele, que é tão talentoso e faz tanto sucesso! beijos
    Jo Scarreiro

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Confesso que já ouvi muito sobre ele e li várias resenhas dos seus livros, mas nunca tive a oportunidade de ler, apesar de ser o tipo de livro que eu gosto e me chama a atenção.

    Adorei a sua resenha! No começo achei que seria como um guia de boas práticas, mas parece ser mais o tipo de livro que serve como um incentivo ou exemplo para quem quer ser escritor. :)

    Beijos
    dezoitoprimaveras.com.br

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...