domingo, 9 de outubro de 2016

Escritores Iniciantes: Como criar um bom protagonista?

Hoje eu vim falar sobre um elemento crucial na hora de desenvolver uma história: o personagem principal. Não existe uma história sem um personagem. Mesmo que o autor não escreva sobre uma pessoa particular e sim sobre o tempo ou algum tipo de elemento, este elemento se tornará o personagem da narrativa. A grande questão que é crucial na hora de escrever é: como criar um bom protagonista? Eu irei destacar aqui nesse post alguns pontos importantes na hora  de criar um personagem interessante, baseada na minha experiência de leitora, resenhista e escritora nas horas vagas.



Destaco aqui que o post fala do personagem principal, o protagonista, aquele que aparecerá na maior parte da história. É essencial que o leitor goste do protagonista, mas isso nem sempre é fácil. Afinal, o fato de você escritor gostar do personagem não significa que seu leitor nutrirá os mesmos sentimentos por ele. E quando o leitor não gosta do protagonista, dificilmente irá continuar a ler a sua história e se por muita insistência chegar ao final do livro, provavelmente não comprará outro.

O primeiro passo para criar o personagem é definir que papel ele terá na sua história. Obviamente que se estamos falando do protagonista, ele irá exercer o papel principal. Mas quando me refiro a definir o papel que ele terá na história, me refiro a definir como será sua participação. Ele será um herói, será salvo por outra pessoa? Irá descobrir um segredo de imediato ou ser enganado? O personagem será criado de acordo com a sua história. É preciso definir exatamente a sua função no universo criado pelo autor para depois construir a sua personalidade.

Personagem vem do latim persona, que era uma máscara usada por atores gregos e significa conjunto de características que se destacam numa pessoa. E na hora de construir o personagem, a personalidade é essencial. É necessário definir a índole do personagem. Um protagonista pode ser tanto o exemplo da ética quanto ter atitudes condenáveis. Tudo depende do objetivo do autor. A personalidade deve ser criada com muito cuidado e os detalhes são essenciais nesse momento. A aparência pessoal, o modo de se vestir, o modo de andar, a aparência da casa, o que come, onde come, quem são os amigos, que tipo de música ouve, o emprego, o relacionamento com a família e muitos outros aspectos devem ser considerados. A  menos que seu personagem seja cínico, mentiroso, psicopata  ou totalmente descontente com sua rotina atual, suas atividades e o modo como se apresenta devem condizer com sua personalidade.

Outro aspecto muito importante é gerar identificação com o leitor. A grande maioria dos leitores quer se identificar com o personagem e isso requer uma grande reflexão da parte do autor. É impossível agradar a todos, até mesmo porque, pessoas diferentes irão se identificar com personagens diferentes. Por isso é necessário que o autor selecione seu público alvo. Um pré-adolescente não irá se identificar se o personagem de 14 anos tiver uma atitude de alguém de 40 e vice-versa. Tentar criar um personagem que que interesse a todo tipo de leitor muito provavelmente irá culminar em um protagonista que não agrade a ninguém. E é importante salientar que a grande maioria dos leitores não procura um personagem perfeito. É essencial humanizar o personagem (se ele for humano obviamente) para que o leitor se identifique. Até mesmo os heróis podem errar, assim como os vilões podem ter sentimentos e carregar traumas que gerem compaixão.

E como uma última consideração e que até mesmo complementa o ponto anterior, eu gostaria de citar a importância da multiplicidade de características. Ninguém é tão simples a ponto de ser definido por apenas uma característica, mesmo que essa seja bem marcante. O personagem também não pode ser dessa maneira. É importante explorar as mais diversas facetas. Ninguém é sério ou brincalhão o tempo todo. Deve existir um equilíbrio. O autor deve explorar as características do personagem. Se ele é engraçado, pode ser interessante ressaltar um pouco seu lado preocupado ou sensível. Se é frio e distante, talvez tentar mostrar um momento de amor. Obviamente isso não seria válido ao criar um personagem psicopata, mas em um vilão comum é bastante aplicável.

É importante ressaltar que essas são apenas as minhas observações baseadas em experiências pessoais e de leitores com os quais convivo, não um manual de regras. Mas acredito que pode ser útil para quem está iniciando na carreira de escritor e se encontra um pouco perdido na hora de construir o seu protagonista, que é um dos elementos mais importantes de uma trama. Obviamente que existem muito mais pontos a se pensar na hora de criar o seu personagem, e isso varia de um gênero para o outro, mas para que o post não fique muito longo, resolvi discutir pontos mais gerais. Se vocês desejarem considerações sobre protagonistas de um gênero específico é só deixar nos comentários.

Gostou desse post? Quer ver mais sobre o assunto por aqui? Não esqueça de comentar a sua opinião aqui nos comentários e de clicar em G+ para que mais pessoas possam ler esse post!


16 comentários:

  1. Muito amor esse seu post. Posta mais sobre dicas para escrever histórias, será ótimo!!!

    www.rosastenue.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Isabella, tudo bem? Achei super legal esse post. Vai ajudar muito novos escritores a fazer sucesso nessa área. Vou confessar pra você que escrevo e não me apego muito a esses detalhes que você postou pq os personagens meio que já vem prontos pra minha cabeça. Mas não custa analisar na revisão ne? Sucesso.
    http://www.facesemlivros.com/

    ResponderExcluir
  3. Oii Isabella, tudo bem?
    Menina eu adorei as dicas, realmente é algo de ajudar todos que estão no início dessa carreira incrível de nos alegrar com tanta leitura e conteúdo bom.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. As dicas são muito boas, sempre existe aquela dúvida quanto a criar um personagem, e muitas das vezes acaba arruinando o livro quando não é bem feito. Adorei! Bjkas

    ResponderExcluir
  5. Muito legal, adorei o seu post! Como leitora e também aspirante a escritora, eu concordo com várias das coisas que você falou, e digo que criar personagens autênticos é uma das coisas mais difíceis no processo de planejamento de uma história.
    Gostei muito de ler o seu post, é legal ver pessoas se dispondo a ajudar jovens escritores!

    http://loucura-por-leituras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Sem dúvida são dicas importantes para quem tem o sonho de escrever um livro ou mesmo para quem já escreve. Quando não há uma empatia com o protagonista fica um pouco mais difícil se jogar na leitura.
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá! Tudo bem?
    Excelente texto e concordo contigo! Um protagonista bem construído se torna na alma do livro! Autores iniciantes deveriam ler seu texto e muitos outros que se referem a como escrever um bom livro. Diante de tanta plataforma de publicação, vem se perdendo a qualidade na escrita! Parabéns pelo post, adorei! Bj

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Gostei muito do seu texto! Suas observações são importantes para a construção do protagonista. Vou lembrar dessas dicas quando estiver escrevendo meus contos.

    Bjos!

    ResponderExcluir
  9. Olá Isabella =)
    Eu já vi algumas dicas relacionada a isso, apesar de não escrever muito. E adorei suas dicas, são de grande ajudas. Beijos'

    ResponderExcluir
  10. Olá Isabella, que post bem informativo para os escritores iniciantes. Foram ótimas dicas porém como ainda não tenho o desejo de escrever algum livro deixo suas dicas guardadinhas comigo haha
    Beijos,
    https://diariasleituras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Adorei as dica e sinceramente são super importantes para qualquer escritor iniciante, achp até que se alguns escritores recebessem esses conselhos, alguns livros seriam melhores e mais interessantes.♥♥♥
    Art of life and books

    ResponderExcluir
  12. Oi Isabella.
    Muito legal as suas dicas para quem quer começar.

    Beijos
    http://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Olá, Isabella! Que legal encontrar dicas partindo de uma leitora! Achei todas muito válidas e é mesmo muito importante uma boa construção de personagem, aquele que cativa e convence. Bom saber também que você escreve! Parabéns pelo post! Que venham outros deste tipo! ;)

    Bjs,
    Yohana Sanfer
    http://www.papelpalavracoracao.com.br/

    ResponderExcluir
  14. OOi!
    Amooo posts assim com dicas!
    Gostei bastante do que disse, acho que um protagonista mal feito pode estragar toda uma história. Então, deve ser bem pensado e desenvolvido. <3

    ResponderExcluir
  15. Nossa que post bacana! A construção de um personagem, principalmente de um protagonista é o elemento chave para um romance. Faz parte de um todo, mas se for mal pensado tende ao fracasso da obra.

    Abraço;

    http://estantelivrainos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  16. bem, como vc bem colocou, as dicas podem servir pra autores que se sentem meio perdidos na hora de construir seus personagens, mas pessoalmente tenho receio com obras que sigam certos padrões de escrita, meio que perdem o encanto pra mim...
    bjs...

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...