segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Minha Estante - Resenha: Dois Irmãos, Uma Guerra

Em Dois Irmãos, Uma Guerra, o autor Ben Elton traz uma história de dois irmãos, gêmeos em tudo, menos no sangue. Essa frase, que está na capa do livro me intrigou totalmente. Como gêmeos poderiam não ter o mesmo sangue?

A história de Dois Irmãos, uma Guerra se passa em vários anos diferentes, iniciando-se me 1920 em Berlim, na Alemanha.
Frieda Stengel, uma estudante de medicina e seu marido Wolfgang, músico nas noites de Berlim, estavam esperando gêmeos. Apesar da difícil situação da Alemanha no pós-guerra -inflação que fazia as pessoas passarem horas nas filas dos mercados, conflitos nas ruas e instabilidade política – o jovem casal estava feliz e na expectativa pela chegada dos dois meninos.
Eles têm um ao outro, Wolf. Esta é uma cidade difícil, em um mundo difícil. Mas, não importa quão duras as cosias se tornem, nossos garotos sempre terão um ao outro.
Infelizmente, um dos filhos de Frieda falece durante o parto, ao mesmo tempo em que na mesma maternidade uma jovem alemã morre deixando um bebê que seria dado para adoção. Frieda e Wolfgang resolvem adotá-lo, criá-lo como seu filho, exatamente como Paulus. Só que uma diferença: ao contrário de Paulus, Frieda e Wolfgang, Otto era ariano.

Havia uma diferença entre os dois garotos. Uma diferença que passou quase em branco no momento. Uma diferença que era totalmente irrelevante para Frieda e Wolfgang. Mas uma diferença que no decorrer do tempo iria se tornar uma questão de vida e morte. Uma criança era judia; a outra não.

O livro narra a dificuldade financeira de Frieda e Wolfgang junto com a da própria Alemanha como um todo, a dificuldade para se reerguer financeiramente e o surgimento do clube do sábado: o encontro dos irmãos Paulus e Otto com Silke – a filha da empregada dos Stengel – e Dagmar Fischer, filha de um rico e importante judeu. Os irmãos, mesmo tendo personalidades completamente opostos, apaixonam-se por Dagmar, personagem esta que desperta tanto compaixão como desprezo por suas atitudes.


O livro vai mostrando o aumento do sentimento antissemita e das primeiras leis nazistas que segregavam os judeus. As crianças judias sendo obrigadas a sentar-se separadamente nas escolas, judeus não podendo frequentar certos lugares, perdendo seus empregos e tendo até mesmo seus estabelecimentos fechados. Inclusive, um dos grandes acertos do autor foi mostrar as consequências do regime nazista para famílias de diversos segmentos sociais: a classe média vista por meio da família dos protagonistas, os ricos sendo representados pela família de Dagmar e o alemães comuns sendo representados pela família de Silke.



Com a repressão aos judeus aumentando e o risco de serem enviados a qualquer momento para um campo de concentração ou de serem mortos por alemães raivosos, Frieda e Wolfgang resolvem revelar a verdade escondida por muitos anos e que poderia salvar a vida de pelo menos um de seus filhos: Otto não era um judeu como sua família adotiva, mas sim um ariano. Essa revelação mudaria para sempre a vida da família Stengel, embora cause muito sofrimento a Otto.

O livro intercala acontecimentos da Alemanha nazista com Londres em 1956, em meio a Guerra Fria, onde um dos irmãos Stengel - não se revela a identidade original desde no início – que agora tem o nome de Stone, é o único sobrevivente da família. Ao longo dos acontecimentos vamos nos perguntando qual dos irmãos seria esse sobrevivente solitário.

Ben Elton consegue trazer de forma interessante e surpreendente a vida de Berlim antes e durante o período nazista. As dificuldades financeiras, as humilhações sofridas pelos judeus, as tragédias, a relação entre judeus e arianos e muitos outros aspectos que faziam parte da vida dos dois irmãos. A descrição da Noite dos Cristais, onde várias casas e lojas de judeus foram destruídos de forma violenta, além de os mesmos terem sofrido agressões, foi feita de forma magistral e muito realista. A questão do estupro em massa ocorrido em Berlim no ano de 1945 também é abordado e devo dizer que é mostrado de uma maneira bem forte.

Os personagens secundários como Frieda, Wolfg e Silke são completamente humanos e adoráveis. Frieda com seu amor pela medicina, por sua família e sendo uma mulher moderna para a época. Wofg com seus conflitos internos, amando Frieda e sofrendo mais do que todos com as medidas que o regime nazista impunha. E Silke, a jovem menina alemã, que se filiou ao partido comunista... Devo dizer, aliás, que Silke é minha personagem preferida de todo o livro: mesmo contra a vontade da mãe e do padrasto, ela não abandona seus amigos judeus, mesmo que estes muitas vezes a deixem de lado por causa de Dagmar, que também a despreza.

E em relação ao final, devo afirmar que não havia forma de ser mais surpreendente. A questão de descobrir qual dos irmão sobreviveu, como estava sua vida e o final de cada um dos personagens desta história foram abordadas de forma sensível e realista. E não, não acredite que o final dos personagens secundários foi tão óbvio quanto pode parecer inicialmente, porque não foi.Além dos finais dos personagens, são apresentados os fatos históricos que ocorreriam depois, o que foi uma excelente ideia do autor.

Concluindo esta resenha, devo dizer que o livro é excelente e apesar de ser uma ficção, é bem fiel a história. Os acontecimentos são tratados de maneira realista e da forma mais profunda possível para um livro não histórico. Os personagens são muitíssimo bem construídos e podemos compreender claramente a forma de pensar de cada um. Apesar de ter 496 páginas e de tema abordado não ser leve, a escrita do autor faz com que a leitura não seja nem um pouco cansativa, ao contrário, prende o leitor na história do início ao fim.

E aí? Gostou da resenha? Então não se esqueça de dar G+ para que mais pessoas possam visualizar este post! Siga o blog e acompanhe as novidades em nossa página do Facebook!


24 comentários:

  1. Hey!
    Nunca tinha ouvido falar desse livro e para uma primeira resenha lida, gostei bastante do enredo. Nunca li nada do tema que envolvesse guerras ou algo assim, mas fiquei curiosa pra conhecer mais.
    Um abraço!

    https://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Livros que envolve uma história sobre guerra, o holocausto são histórias tristes, porém muito envolvente. Nunca tinha ouvido falar da história, mas muito interessante. Adorei, beijos

    http://joicyrecco.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Nunca tinha ouvido falar deste livro.. amei sua resenha.. e ja quero esse livro

    ResponderExcluir
  4. Olá! Vi seu link na Liga, e como não aparecia o título completo do livro, achei que era uma resenha de "Dois irmãos", do Milton Hatoum. Mesmo não sendo o que eu esperava, fiquei muito interessada. Sou fascinada por livros sobre a Segunda Guerra, sejam relatos reais ou ficção. O enredo me pareceu muito bom! Meus parabéns pelo post e pela resenha!

    lethyciadias97@hotmail.com

    ResponderExcluir
  5. Eu não conhecia a história e fiquei super curiosa por causa da sua resenha e sinopse do livro O.O

    http://saidaminhalente.com/

    ResponderExcluir
  6. Este cuidado em ser fiel a história em um livro de ficção deixa o leitor, pelo menos acontece comigo, da história ser real, o que me faz mergulhar ainda mais no enredo, me envolvendo totalmente. Desde o lançamento eu quero este livro, uma pena que não tenha lido ainda.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  7. Wow, gostei muito de conhecer esse livro! Nada sabia sobre ele, mas já me interessei por lê-lo. Gosto de romances dramáticos que se passam na II Guerra e saber que o amor dos pais pela família os fará tentar ao menos salvar o filho ariano me deixa MESMO muito curiosa... Já pressinto fortes emoções. Obrigada pela resenha!

    Beijos!
    www.myqueenside.com.br

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Ainda não conhecia esse livro.
    Achei a premissa muito interessante, mas um pouco confusa. Confesso que não estou habituada a ler livros situados na 2 Guerra Mundial, mas tenho muita vontade.
    Beijos

    http://blog-myselfhere.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Nossa, adorei este livro, vou procurar para ler.
    Parabéns pela resenha :D

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    Nossa adorei tudo que você disse sobre esse livro. Eu amo história que se passam durante a Guerra, e essa me interessou bastante, bem diferente de tudo que já li, e não conhecia esse livro, mas já me interessou. Vou pesquisar mais sobre.
    Beijos

    http://www.entre-linhaseparagrafos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  11. Olá,

    Já havia visto esse livro mas não sabia que se tratava de uma história tão tocante e bem construída, gostei muito do enredo e vou anotar a dica.

    Abraços
    Cá Entre Nós

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Adoro livros com temática de guerra, e saber que esse engloba duas diferentes me chamou muito a atenção. Fiquei curiosa também para saber quem é o solitário. Apesar de ser uma obra de ficção, parece que o autor pesquisou muito para inserir os fatos históricos.
    Beijos,
    http://arsenaldeideiasblog.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Não curto muito livros ambientados em guerras ou com essa temática, então - infelizmente - esse é um livro que não desperta meu interesse.
    Ainda assim, gostei bastante de saber que os personagens secundários são adoráveis e que o final é surpreendente.
    Isso de colocar fatos históricos que ocorreram depois foi bem bacana.
    Dessa vez vou passar a dica, mas sua resenha ficou ótima!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Adoro livros que tem como temática o período do entre Guerras, gostei bastante da resenha, apesar de achar muito estranho o casal saber com certeza que teria gêmeos numa época em que ainda não existia ultrassom, mas acho que precisarei ler o livro para entender isso... kkkkkkkkkk Dica mais do que anotada! Espero gostar tanto quanto você! =)
    http://olhoscastanhostambemtemoseufascinio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Olá
    não sei se conhecia o livro mas realmente parece ser uma história bem emocionante, gostei do enredo e adoro esse tipo de livro, então a dica está mais do que anotada e parabéns pela resenha

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá,
    Não conhecia a história, mas me apaixonei por ela! Com certeza um livro singular, com uma história incrível e uma boa ambientação.
    Beijos
    Blog Relicário de Papel
    www.relicariodepapel.wordpress.com

    ResponderExcluir
  17. Olá,
    A premissa do livro chama bastante a minha atenção.
    Gosto de obras que abordem de alguma forma a Segunda Guerra Mundial e eles me emocionam muito.
    Pelo que vi, o autor traz uma boa ambientação.
    Um ponto que me pareceu um pouco estranho é o casal saber exatamente que teriam gêmeos.

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Oiii, tudo bem?
    Realmente eu me apaixonei perdidamente por essa sua resenha e quero ler o quanto antes essa obra, parece ser emocionante e tocante, despertou muito meu interesse.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  19. oi, tudo bem?
    não conhecia o livro, e apesar da história parecer ser interessante, eu não leria no momento. Fugindo de temas mais pesados, e guerra sempre é, rs
    beijos
    http://meumundinhoficticio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Olá, tudo bem?

    Adorei a premissa, geralmente evito livros sobre guerra, ou se passe nesta época por medo de sofrer muito. mas tenho vontade de ler. Porque sei que é importante sabermos como pessoas sofreram, e como a guerra traz consequências graves para todos. Adorei a capa e a premissa do livro, parece uma leitura sensível e muito realista. Gosto disso.

    beijos

    ResponderExcluir
  21. Olá, eu adoro livros que retratam essa época e pela sua resenha deu para perceber que este esta muito bem trabalhado *-* Dica anotada *-*

    http://meumundo-meuestilo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Olá Isabella.
    Ótima resenha flor.
    Achei a premissa do livro muito boa e com certeza é um livro que eu leria, então vou anotar a dica e procurar p ler.

    Beijos
    https://aventurandosenoslivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Olá Isabella, tudo bem? Adorei saber a premissa de ser irmãos gêmeos e ao mesmo tempo não serem. De fato a sua resenha foi tão positiva que estou com vontade de ler essa ficção. Adorei <3
    Beijos,
    diariasleituras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  24. Oieeee
    Tudo bom?
    Nossa no início achei que seria mais uma história clichê, mas no meio da sua resenha estava vidrada na história, necessitando saber todos os detalhes desses irmãos.
    Ótima resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...